7 lutas que você e seus colegas de quarto não precisam passar sempre
Comunicação

7 lutas que você e seus colegas de quarto não precisam passar sempre

Pode haver muitos motivos que o inspiram a compartilhar um quarto ou sala com alguém durante sua vida. Talvez você esteja estudando e morando em corredores, ou talvez tenha acabado de se mudar com um parceiro e esteja começando a dividir as contas e o custo de vida. Você pode até mesmo estar compartilhando espaço como forma de reduzir o custo de vida diário, com o objetivo de economizar mais e construir para um objetivo financeiro de longo prazo.

Viver com outras pessoas pode custar caro ao longo do tempo; no entanto, pode criar problemas significativos em relação a finanças, limpeza e invasão de espaço pessoal. Muitas dessas lutas podem ser facilmente evitadas, desde que você entre no acordo com a mente aberta e esteja totalmente preparado para o que está por vir.

Aqui estão alguns exemplos de problemas comuns enfrentados por colegas de quarto.

1. Você tem dificuldade para dividir e pagar as contas da casa

Sempre que você divide um espaço residencial, é importante distribuir a responsabilidade e o pagamento das contas de maneira justa. Embora você tenha autonomia para compartilhar contas recorrentes de uma forma justa, que se adapte a cada indivíduo e leve em consideração suas próprias necessidades, essa mudança repentina em suas circunstâncias financeiras pode causar tensão e confusão em termos de datas de reembolso. Portanto, você precisará negociar para criar um acordo que satisfaça a todos os envolvidos.

Graças à tecnologia hoje em dia, ferramentas automatizadas como o Unbill podem ajudá-lo a dividir uniformemente e pagar as contas automaticamente. Esse tipo de solução de pagamento tudo-em-um resolve de forma abrangente os problemas financeiros que os colegas de quarto enfrentam.

2. Você luta para gerenciar outras responsabilidades compartilhadas

Da mesma forma, você pode ter responsabilidades adicionais que forçam você e um colega de quarto a investir tempo e dinheiro. Isso também pode se tornar problemático com o tempo, especialmente se os papéis não forem claramente definidos e um indivíduo acreditar que está fazendo mais do que o outro. Assuma a posse de um animal de estimação, por exemplo, que consome muito tempo e também desencadeia uma série de taxas anuais recorrentes.

Portanto, você deve ter um plano claramente definido para gerenciar essa responsabilidade, tanto em termos de compartilhar taxas e distribuir a carga de trabalho de tarefas, como higiene e garantia de que seu animal de estimação faça seus exercícios diários. Você também deve ser proativo e aliviar o fardo de ter um animal de estimação, sempre que possível.

3. Vocês têm dificuldade para entender e se comunicar uns com os outros

A menos que você decida dividir um espaço com um velho e confiável amigo, vocês podem ter dificuldade para entender e se comunicar totalmente com seu colega de quarto. Mesmo com um relacionamento pré-existente, os indivíduos podem evoluir e desenvolver interesses que você considera incomuns ou mesmo desagradáveis.

Para manter uma amizade próspera e um arranjo de vida harmonioso, é portanto, é fundamental que você procure manter linhas de comunicação abertas o tempo todo, enquanto procura identificar quaisquer problemas ou preocupações potenciais antes que tenham um impacto prejudicial no relacionamento.

4. Você luta para manter uma casa arrumada

A limpeza é uma questão que causa divisão nos melhores momentos, pois cada um de nós tem seus próprios padrões e ideias individuais sobre o que constitui um interior arrumado e limpo. Portanto, pode representar uma grande luta entre colegas de quarto, já que um procura manter um interior primitivo enquanto o outro fica feliz em viver em um espaço desordenado ou um pouco bagunçado. Você só pode evitar esse problema abordando-o de maneira proativa, pois cada um de vocês compartilha suas expectativas e os padrões que espera manter ao longo do tempo.

Isso estabelecerá as bases para uma rotação de limpeza produtiva, que distribui as tarefas de forma justa e de acordo com os padrões de cada Você também precisará estar disposto a fazer concessões; entretanto, como é justo que você assuma a responsabilidade pela maior parte da limpeza, se você tiver padrões mais exigentes.

5. Você luta para evitar que a cozinha se transforme em uma zona de guerra

O compartilhamento de uma casa ou apartamento também exige que você compartilhe cada cômodo individualmente. Isso pode criar uma série de problemas potenciais em espaços populares e comunitários, como a cozinha. Isso pode rapidamente se tornar um campo de batalha, especialmente nos casos em que você ou um de seus colegas de quarto é dono da propriedade em questão. Compartilhar uma cozinha requer paciência, tolerância e, o mais importante, organização, caso contrário as tensões aumentarão enquanto a bagunça e o caos reinam supremos.

O primeiro passo é organizar os suprimentos de comida e bebida, garantindo que você contribua igualmente para uma fonte comunitária ou tenha seus próprios itens cuidadosamente marcados e separados. Em seguida, você deve determinar as tarefas básicas de cozinhar e limpar, se usar uma rotação bem distribuída ou garantir que cada indivíduo seja responsável por limpar sua própria bagunça ou espaço. Clareza é crucial para este processo, enquanto as responsabilidades devem ser acordadas e claramente comunicadas em todos os momentos.

6. Você luta para lidar com os relacionamentos externos

Já discutimos como os relacionamentos em evolução podem dificultar as coisas para os colegas de quarto, mas isso se torna ainda mais desafiador quando compartilhamos um espaço residencial com outro casal. Esse tipo de relacionamento externo pode até representar um problema se seu colega de quarto e o parceiro deles morarem separados, já que você é forçado a lidar com uma influência externa que pode prejudicar sua amizade e seu acordo.

Desde que seu colega de quarto e seu parceiro permanecem empáticos, isso não deve causar um grande problema. O principal problema pode muito bem girar em torno de seus próprios sentimentos e inseguranças, especialmente se você se sentir inadequado quando não está envolvido em um relacionamento de longo prazo. Se for esse o caso, você deve tentar lidar com os sentimentos de maneira proativa e resolvê-los antes de ir morar com outras pessoas.

7. Vocês lutam para respeitar a privacidade uns dos outros

Manter a privacidade e o espaço pessoal é um grande problema para colegas de quarto, mesmo aqueles que se conhecem bem. Na verdade, esse tipo de familiaridade pode gerar problemas ainda mais significativos, pois os limites podem ser facilmente desgastados e borrados com o tempo. Portanto, é difícil manter os limites pessoais, o que, por sua vez, torna mais fácil cruzá-los e criar tensão nos relacionamentos.

Para evitar isso, você deve criar uma lista de regras que permanecem inalteradas, independentemente das mudanças em sua amizade. Isso inclui não entrar nos quartos de seus hóspedes enquanto eles não estiverem lá, embora você sempre deva bater antes de invadir seu próprio espaço privado. Você também precisará entender as tolerâncias um do outro e levar isso em consideração nas regras.

Crédito da foto em destaque: Dois rapazes conversando nas escadas de um escritório via shutterstock.com